Scrum é um “framework”, criado com base na metodologia ágil, para gerenciar, principalmente, projetos de software.

 

O desenvolvimento do projeto com a adoção do Scrum é iterativo e incremental. Como as iterações são de duas a quatro semanas, é possível acompanhar o desenvolvimento do produto de forma incremental, avaliando o resultado final de cada iteração e alterando as prioridades conforme necessário para construir um produto com maior valor.

 

As equipes ágeis sabem lidar com mudanças, logo irão se organizar para definir a melhor maneira de entregar as funcionalidades de maior prioridade.

 

A adoção do Scrum no processo de desenvolvimento ajuda a equipe a:

  1. Aumentar a qualidade dos produtos desenvolvidos; 
  2. Saber lidar de forma ágil as mudanças; 
  3. Fornecer estimativas mais precisas em menos tempo; 
  4. Ter melhor acompanhamento do cronograma e estado do projeto; 

Como resultado, os projetos com adoção do Scrum aumentam os níveis de satisfação do cliente e da própria equipe de desenvolvimento, pois há um aumento na produtividade, com redução de tempo e desenvolvimento de um produto com maior valor para o negócio.

 

Existem três pilares do Scrum, que são:

  • Transparência garante que qualquer aspecto do processo que afete o resultado fique visível para todos que estejam comprometidos com o projeto.
  • Inspeção para manter a transparência é preciso inspecionar os vários aspectos do processo com certa frequencia pré-definida.
  • Adaptação se a inspeção indicou algo errado, é preciso adaptar para melhorar o processo.

Hoje em dia o Scrum é adotado não somente para gerenciamento de projetos de desenvolvimento de software como em áreas diversas que também necessitem de um gerenciamento onde é preciso responder com agilidade às mudanças.

Fonte: http://www.cprime.com/about/scrum_faq.html