“Time Box” na tradução literal significa "caixa de tempo". Ou seja, é ter o tempo, para fazer um trabalho, limitado, executando da melhor forma que puder nessa janela de tempo.

É uma técnica simples usada no desenvolvimento de software para rastrear o progresso e para, simplesmente, ter o trabalho feito.

No Scrum o conceito de “Time Box” é aplicado a tudo: Sprints e reuniões.

A equipe junto com o PO define qual será o “Time Box” do projeto: 2, 3 ou 4 semanas. Definido o “Time Box” da sprint, as reuniões (internas na sprint) também terão cada uma seu “Time Box” padrão.

Para sprints de 2 semanas as reuniões (planejamento 1, planejamento 2, revisão e retrospectiva) terão, cada uma, 2 horas de duração e o tempo restante do “Time Box” da sprint é dedicado ao desenvolvimento do produto. Até mesmo a reunião diária possui o "Time Box" de 15 minutos, não importando o tamanho da sprint.

É importante respeitar cada janela de tempo para que o avançar de tempo de um não interfira no andamento do outro. Por exemplo, reuniões do início do projeto que ultrapassem o “Time Box” definido implicam em ter menos tempo no desenvolvimento.

E se o desenvolvimento da sprint não terminou, estendemos o prazo? Só por alguns dias? NÃO. O desenvolvimento  termina quando é chegada a hora de fazer as reuniões do fim da sprint, mesmo que nem todas as histórias tenham sido finalizadas. É importante respeitar os “Time Boxes” definidos, para que a equipe foque no que é mais importante de ser feito, dentro do prazo estabelecido, evitando os desperdícios. Além também da equipe se esforçar em finalizar o que ela mesma assumiu como compromisso junto ao PO.

Listo abaixo algumas vantagens em ter e respeitar o "Time Box" da sprint e reuniões.

  1. Reuniões mais objetivas, com foco na pauta a ser discutida.
  2. Equipe tem clara noção de sua velocidade e de quanto é possível entregar numa sprint de trabalho.
  3. Equipe de desenvolvimento mais comprometida com o que assumiu entregar.
  4. PO pode fazer planos de releases se há um ritmo constante de trabalho, com uma velocidade conhecida.
  5. Equipe de desenvolvimento planeja sua estratégia de entregar o combinado logo no início da sprint, considerando a data de término já planejada para a sprint.
  6. Evita-se postergar (procrastinar) tarefas difíceis de serem feitas.
  7. Todos ficam mais motivados por perceberem que seu tempo está sendo valorizado.
     

Para que o "Time Box" seja utilizado e seguido, uma sugestão é deixar claras na reunião de planejamento 1, a primeira reunião da sprint, quais são as datas das reuniões seguintes. Ou seja, ao término do planejamento todos já sabem o dia e horário combinados para serem realizadas as reuniões de Revisão e  Retrospectiva da sprint que está sendo iniciada e também o dia e horário combinados para serem realizadas as reuniões de planejamento 1 e 2 da sprint futura.

Combinados os "Time Boxes", agora é um compromisso de todos respeitá-los. E sua equipe? Tem seguido o "Time Box" combinado?

Em um post futuro falarei sobre o "Time Box" como gestão para agilidade e como estratégia para ter o trabalho pronto.