A nova versão do ScrumHalf que foi ao ar semana passada provê aos usuários mais agilidade na revisão das sprints. Agora o PO pode registrar sua decisão se uma história foi aprovada ou reprovada, logo após a equipe tê-la apresentado na reunião de revisão.

Então, o que mudou na revisão no ScrumHalf e quais os benefícios?

1. Ao entrar na tela de revisão o PO já sabe quais histórias planejadas foram concluídas das que não foram.

Agora no lado esquerdo de cada história é apresentando um ícone de check indicando se a história foi finalizada pela equipe.

Uma história é considerada finalizada no ScrumHalf quando todas as tarefas que foram planejadas para a implementação da história foram executadas, ou seja, todas as tarefas devem estar na coluna "Pronto" do Quadro de Tarefas.

Isso não quer dizer que a história será aprovada por estar finalizada. A reunião de revisão tem exatamente o objetivo de a equipe apresentar o que foi implementado ao PO e ele, segundo o combinado como "história pronta" e com base na descrição do que foi pedido na história, que irá definir se realmente a história está pronta e pode ser aprovada.

2. As histórias podem ser aprovadas ou reprovadas em etapas.

Ao final de cada história apresentada pela equipe o PO registra a decisão tomada aprovando ou reprovando as histórias.

Esse procedimento dá mais liberdade, pois permite que o PO acesse o product backlog para incluir novas histórias ao longo da revisão. É comum durante a revisão, com a discussão do produto incrementado, surgirem novas ideias de histórias para implementação futura e para não se perder essas histórias, nada melhor que incluí-las logo no product backlog.
 

3. As histórias aprovadas ficam agrupadas em local diferente das histórias reprovadas

Essa nova organização de histórias aprovadas e histórias reprovadas aumenta a visibilidade do resultado da reunião ao final da revisão.

 

4. Para as histórias reprovadas o PO pode, se desejar, informar o motivo da reprovação.

Histórias reprovadas retornam ao product backlog. E no ScrumHalf, as histórias reprovadas retornam com um indicativo  de qual sprint ela já fez parte e qual foi a estimativa dada para a história na ocasião.

No entanto, histórias reprovadas nem sempre são incluídas na sprint seguinte. Elas podem permanecer no product backlog por um bom tempo. Tempo suficiente para que o PO e equipe não se lembrem mais o motivo da reprovação, o que ficou faltando implementar, o que era desejado ser alterado na implementação, etc.

Nesse caso, se no momento da reprovação o PO informar o motivo de estar reprovando a história, esse dado fica registrado na história.


E o motivo da reprovação de uma história passa agora a constar no relatório de histórias reprovadas. Assim é possível para o PO trabalhar essa informação no momento que estiver preparando as histórias do product backlog.


5. A revisão da sprint só é finalizada após todas as histórias terem sido revisadas.

Como agora a aprovação e reprovação são feitas em etapas o PO pode acessar outras funcionalidades no ScrumHalf, ao longo da sprint sem precisar finalizar a reunião de revisão.

A finalização da revisão só ocorre quando o PO informar que a revisão foi finalizada. Enquanto ele não informar, as histórias ainda estão disponíveis para edição.

E a finalização da revisão acontece quando todas as histórias tiverem sido revisadas.

 

Esperamos tê-lo atendido oferencendo mais agilidade para a condução de seus projetos. Compartilhe conosco suas impressões. O que achou das mudanças implementadas e o que mais poderíamos implementar para tornar dinâmica e ágil a sua reunião de revisão?